Topiltzin, o rei sacerdote

Dizem que o rei Tolteca Tecpancaltzin tornou-se de amores por Xochitl, donzela com quem nunca poderia se casar. O rei, porém, desprezou o tabu: e de seu amor proibido nasceu Topiltzin, cujo nome significa “nosso jovem príncipe”. A lei dizia que, ao completar 50 anos, Tecpancaltzin deveria

Os mitos de Creta

Os mitos gregos de Creta falam de um reino contemporâneo das famílias reais de Tebas e Atenas, mas com poderes superiores aos reinos da Grécia continental. Existem provas arqueológicas que sugerem que estes mitos de Creta lançam um olhar retrospectivo para um reino que já existia muito

A maldição da casa de Tântalo

A Guerra de Tróia, a última grande reunião dos heróis da mitologia grega, teve muitas causas. Foram as queixas recentes que levaram a armada grega até Tróia, mas também causas que recuam uma geração e outras que exigem um retrocesso até aos primórdios da humanidade, quando os

A lua, o feminino e a prostituição sagrada

Ártemis estava estreitamente ligada a Hécate e a Selene, personificação antiga da Lua, cujo culto a filha de Leto suplantou inteiramente, tanto quanto Apolo fez esquecer a Hélio, a personificação do Sol. Pois bem, desde muito cedo, Ártemis foi identificada com a Lua e, dado o caráter

Mito, Rito e Religião

É necessário deixar bem claro, nesta tentativa de conceituar o mito, que o mesmo não tem aqui a conotação usual de fábula, lenda, invenção, ficção, mas a acepção que lhe atribuíam e ainda atribuem as sociedades arcaicas, as impropriamente denominadas culturas primitivas, onde mito é

Mitos e lendas da Idade média

Conhecida como Idade das trevas, o período que ficou oficialmente batizado como Idade Média é lembrado como uma série de perseguições religiosas, reinados poderosos, cavaleiros andantes e o total controle da Igreja Católica exercia sobre a vida de seus seguidores.

Aton, o primeiro Monoteísta

Na história do Egito antigo, não há casal mais sedutor do que o rei Akenaton e sua esposa Nefertiti, no século XIV a.e.c. Por mais excêntricas que fossem suas representações, a sedução não se limita aos seus aspectos físicos. Ambos tornaram-se personagens simbólicos da civilização egípcia por

Xibalbá, o mundo inferior maia

O segundo livro do Popol Vuh, os textos sagrados maias, conta a história de dois deuses heróis que se aventuram no Xibalbá, para vingar o assassinato de seu pai e tio pelos deuses do Mundo Inferior, Muitas imagens de deuses maias da morte foram encontradas nos templos. Referem-se a eles como

O final dos tempos no zooratrismo

Zoroastro dividiu a história cósmica em três etapas distintas: Bundahishn (a criação), Gumêcishn (a mescla) e Frashegird (a separação ou a renovação). O Bundahishn se deu em duas fases: na primeira, Ahura Mazda concedeu a vida a todas as coisas em um estado espiritual e imaterial, que em pahlavi